sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Tá acabando...oba!

Oi, pessoal!!!
E aí, todo mundo enfiou o pé no chocottone como eu? Demos a maior sorte, porque o Natal caiu num fim de semana, e como todos sabem: comer no fim de semana não engorda!!! rsrsrs
O Natal é sempre a minha comemoração favorita, por seu lindo e importante sentido, mas esse ano a data que mais estou esperando é o reveillon. Estou contando os segundos para esse ano acabar, de verdade!
Chega de 2011 na minha vida! Ô ano chato, bobo e feio, credo!
Nem tudo foi perdido, eu e minha família encerramos os trabalhos desse ano com saúde, mas o resto...ah, o resto foi pro beleléu bonito!
Esse ano realmente não vai deixar a menor saudade, e olha que eu tenho saudade de tudo! Foi um ano muito difícil, com muitos tropeços, algumas conquistas e muitas derrotas.
O bloguinho continuou a ser uma fonte de alegria na minha vida, e aqui fiz amizades muito bonitas e que se tornaram muito importantes pra mim. Amigos que me apoiaram num momento difícil enquanto os fuxiqueiros de plantão só me encheram o saco reclamando dos meus atrasos nas postagens.
Daí surge uma decisão de ano novo: quero um 2012 Chatos-free! Quer pentelhar o juízo de alguém? Vá bater à outra porta, porque aqui não vai mais rolar! rsrsrs
Agora, para os docinhos que são muuuuito queridos, as portas estão sempre abertas!!! 
Nossa, quanta amargura...vamos mudar de assunto, né? hahaha
Esse ano eu estou conseguindo pelo menos uma coisa boa: liberdade! Para ser, pensar, falar, sentir...viver o que eu quiser e puder! E acredite, a gente só percebe que estava preso quando chega a liberdade!
E para celebrar a liberdade de poder ser o que eu quero, que tal uma comemoração bem simples, bacana e livre?! 
Olha que gracinha!!!

                                    

Olha que mesa linda! Não dá pra não ser feliz aqui!!!!

                                    

Que em 2012 as pequenas coisas sejam as mais belas!!!

                                        

FELIZ ANO NOVO!!!
Desejo a vocês muita paz, saúde, alegria, lindas realizações e muitas lutas bem-sucedidas (porque sucesso de graça não tem o mesmo gostinho!) !!!!

Beijinhos e até logo!

sábado, 24 de dezembro de 2011

Feliz Natal, docinhos do meu coração!!!

**************************************
Paz na Terra, entre todos os homens de boa vontade.
Paz àquele que anseia crescer, evoluir, entender.
Paz àquele que deseja em cada pensamento, em cada atitude, se melhorar.
Paz àquele que mergulha, dentro do próprio ser, na procura de entendimento, de aceitação.
Paz àquele que estende a mão a procura de bênçãos.
Paz àquele que abençoa com alegria e pureza de coração.
Paz àquele que em um sorriso traz calma, tranquilidade, equilíbrio.
Paz àquele que procura ensinamentos e através do pensamento, neste momento único em que todos os homens se irmanam, ao dobrar dos sinos, esteja em oração.
Paz àqueles que abrem seu coração em luzes puras, amorosas, magneticamente salutares, que envolvem a terra e permitem, neste raro momento, que ela brilhe, suspensa no espaço, girando em tons azuis, iluminando todo o infinito, abrandando aflitos...
Paz enfim, Senhor, a todos os seres que habitam este universo e experimentam amor e dor.
Que a luz se faça e refaça em todos os homens a fé renovadora, a força e a coragem, a inteligência e a razão.
Que os homens se irmanem na escalada da perfeição.
Que se unam em pensamento todos os de boa vontade.
E que nesta noite busquem a PAZ!

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Brands Club, SEU FEIO!


Oi, pessoal!!

Já estamos todos com os sapatinhos na janela esperando Papai Noel passar? Acho bom, hein! Pelo sim, pelo não, vou deixar uma bota (cabe mais!). Ou melhor: os 2 pés!

Se tem uma coisa em que eu acredito (além de Papai Noel, óbvio) é na natureza humana. Não tem jeito, todas as vezes em que eu tento contrariar minha natureza enrolada e brasileira, o Universo me manda um sinal e me obriga a rever meus conceitos e aceitar que sou enrolada até o último fio de cabelo e que como boa brasileira tenho o dever cívico de deixar tudo para a última hora.

Pois bem, tentei dar uma forcinha na sobrecarga dos duendes que ajudam o bom velhinho e antecipar o presentinho das crianças. A parte mais difícil era ouvir aqueles pingos de gente querendo notebook, mp4, Ipad e blablablá. Superada a parte crítica, achei a pólvora!

Existe um site de compras coletivas chamado Brands Club, que alguém me convidou a participar faz séculos, e nunca tinha comprado absolutamente nada lá. Aliás, acho que vou investigar nos meus arquivos quem foi o infeliz que me mandou esse convite, porque pretendo romper com essa amizade imediatamente! rsrs

O tal site estava anunciando uma promoção super bacana do Nintendo Wii que meu pequenino pediu ao Papai Noel. Fiquei contente e comprei na hora! Isso já faz mais de 1 mês...e simplesmente não entregaram dentro do prazo prometido e ainda me mandaram um e-mail dizendo que não haveria previsão da entrega!

E minha antecipação? Dane-se, oras! Agora tenho que arrumar um videogame às vésperas do Natal para evitar que uma criança escreva para o Papa pedindo para trocar de Dinda!

Simples assim! E vocês, já estão com o saco cheio...de presentes??? rrsrs

Beijinhos da mais nova ajudante de última hora do Papai Noel!

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

A minha escolha

Olá, pessoal!

Aqui estou eu de volta, após séculos sem postar e vários e-mails malcriados de vocês depois...rsrs

O recesso está chegando e estou doida para resolver muitas pendências que eu fui empurrando com a barriga durante todo o ano, e pretendo cultivar um antigo hábito muito querido que anda esquecido: dormir!rsrs

Deixando de lado a falta de tempo, vamos falar sobre o tempo?

Ah, o tempo...sabe aquela música do Caetano Veloso que diz que o tempo é um dos deuses mais lindos? Pra mim isso é conversa fiada!

O tempo é dos deuses O mais lindo!!

Não há nada que ele não seja capaz de dar uma forcinha incrível.

Está com raiva? Espere que com o tempo passa...
Está triste? Espere que o tempo te mostra as belezas da vida...
Está preocupado? Espere que o tempo te mostra qual solução vai rolar...

Mas tem uma coisa: o tempo é carente, e não costuma funcionar bem sozinho. O meu gosta muito de ficar de mãos dadas com a minha fé. Dupla infalível, pode crer (literalmente!rs)

Ter paciência de reconhecer que há momentos na vida em que não podemos fazer nada além de esperar é um amadurecimento bacana. Nos ensina a confiar, seja nos outros, na vida, na sorte - e no tempo!

"Não tenha pressa, mas não perca tempo" José Saramago

Um lindo fim de semana para todos! E daqui a pouco Papai Noel tá chegando! Ueba!
Beijinhos

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Viva o interesse!

Oi, pessoal!

Ouvi tantos burburinhos feios sobre uma pessoa bacana que eu conheço, que parei para refletir sobre nossa condição de apontar os erros alheios.

A pessoa em questão é uma 'otoridade' inteligentíssima, conhecida, admirada e super amistosa. Ele já é - segundo sua própria definição, um gatão de meia-idade. Eu implico dizendo que meia idade só se ele for viver 100 anos, porque já passou dos 50! rsrsrs

Na verdade ele tem seus quarenta-e-pouquinhos, é até bonitinho (tomara que ele não veja meu blog, senão lascou!rs), é descasado, pai atencioso, presente e responsável.
Até aí, só flores.

Mas, ele tem uma quedinha por meninas novinhas (pelo amor de Deus, não é pedofilia!!!) Novinha para ele é de 20 a 25! E por esse interesse peculiar, as pessoas o criticam, e acham que ele faz papel de bobo por andar com meninas mais novas que, teoricamente, só estão atrás da notoriedade e das mordomias que andar com ele proporciona.
Uma vez conversamos sobre isso, e ele me disse uma coisa que mudou meu modo de pensar!

"- Eu sei que algumas delas andam comigo querendo vida boa, esse é o interesse delas. O meu interesse é andar com elas porque gosto de pessoas mais jovens. Pronto, problema superado e ambos felizes. O mundo gira em torno dos interesses, e todas as relações são assim. O que muda é o objeto desse interesse."

Lição de vida real!

E hoje eu acredito completamente nisso.
Delimito claramente meus interesses em todas as relações. Não tenho amigos rabugentos, porque meu interesse é viver cercada de gente alto astral. Não dou trela para parentes metidos, porque não tolero conviver com esnobes. Não convivo com meus vizinhos porque não tenho o menor interesse em falar mal dos outros por esporte. 

E não poderia ser diferente nos nossos relacionamentos afetivos. Não me importo nem um pouco se meu digníssimo é pobre ou rico, gordo ou magro, alto ou baixo.
Importa pra mim se ele sabe me fazer rir, se me faz suspirar de saudade, se é educado, divertido e simpático.

O resto?! Ah, o resto não está dentre meus interesses. 

Beijinhos e um lindo fim de semana para todos nós!

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Água e sabão!


Oi, pessoal!

Ando meio sem tempo de atualizar as coisas por essas bandas, e isso me dói! Mas com o recesso chegando, prometo colocar toda nossa fofoca em dia! Eba!

Mesmo sem tempo de me coçar, tem coisas que chamam a minha atenção de uma forma magnética, como crianças/adolescentes malcriados.

Sofro terrivelmente por vergonha alheia, e me coloco no lugar da mãe, que passa meses carregando a criatura na pança para depois sofrer tanta ingratidão (dramático isso, né?rs)

Estava andando pela rua, organizando meus afazeres mentalmente pela milésima vez, tentando descobrir como acrescentar as 5 horas diárias a mais que tanto preciso, quando tudo parou.

Havia uma mãe e uma filha ao meu lado, esperando para atravessar a rua. A menina devia ter uns 15, 16 anos talvez. Pude ouvir um trecho da conversa entre elas, e a mãe era super educadinha, carinhosa até.

A filha? Um dragão (não só de feiúra, embora sofresse disso também), cuspindo fogo a cada simples pergunta que a mãe fazia.

Num certo ponto da conversa, a mãe perguntou se ela havia dado um recado para alguém (acho que era para o pai) sobre um telefonema. A menina disse que não, e quando a mãe perguntou o porquê, a infeliz vira para a própria mãe e fala: - porque eu não sou sua empregada, sua babaca!

Glub glub glub glub (barulhinho do meu sangue fervendo!!!!)

A mãe olhou bem para a cara da menina com a melhor expressão de 'em casa conversaremos', virou as costas e largou a filha sozinha na rua, saiu andando e dane-se a cria rebelde! Simples assim.

A menina ficou com a cara no chão! Eu juro que não me meto na vida dos outros assim de graça, mas a coisa já era pessoal, eu já estava participando da família há 2 minutos e 34 segundos, pôxa! Me senti no direito de olhar para a menina com a maior cara de repreensão do universo! E assim o fiz!

E agora tô torcendo para que a mãe mostre a ela com quantas chineladas se faz uma mãe babaca!!!

E antes de dormir, que ela escove os dentes com bastante sabão Omo, pra aprender a tratar os outros com educação e respeito!

** Só pra deixar registrado, eu detesto palavras feias como 'babaca', em especial para as mães! E tenho dito!**

Beijinhos para todos os bons meninos que não fazem malcriação!

terça-feira, 29 de novembro de 2011

A extinção que eu não quero

Oi, pessoal!

Tudo bem?

Hoje ao sair do trabalho, dei de cara com coisinhas que não via desde muito tempo: tanajurinhas!

Todo mundo sabe o que é uma tanajura, né? É a formiga com bumbum grande e asinhas.

Lembro que na minha infância chovia tanajuras e o quintal ficava cheio delas espalhadas pelo chão, se escondendo nas árvores, tentando entrar em casa, tentando não se afogar na piscina e eu maravilhada com os bichinhos que caíam do céu. Tentava catar algumas mais abobadinhas e tudo.

Para quê? Pra nada, ué!

Essa é a graça de ser criança: saber aproveitar cada momento, sem ter motivo, razão ou objetivo para isso.

Depois de capturar algumas, era hora de deixá-las em liberdade e fazer novas prisioneiras. Depois, todo mundo era feliz, não havia feridos. E nem baixo-astral que resistisse à uma animada tarde de chuva de tanajuras! 

Hoje, não tenho mais quintal com árvores, não tenho mais piscina, não tenho mais infância.

Adulto precisa ultrapassar muitas barreiras para ficar feliz.

A conta no banco deve estar no azul.
A conta de luz deve estar paga.
O carro deve estar alinhado.
O colesterol deve estar baixo.
A glicose deve estar desejável.
Não pode faltar na reunião de condomínio.
Não pode chupar bala depois de escovar os dentes.
Não pode roer o ossinho da galinha em público que é feio.
O trabalho deve estar em dia.
As notas das crianças devem ser altas.

Ah, cansei! Ser feliz anda muito difícil, tão difícil que nem as tanajuras chovem mais por aí!

Achei que nem existiam mais tanajuras, que tinham sido extintas.

Mas descobri que extinta está minha alegria sem motivos só por estar chovendo tanajuras...
Uma pena! Fiquei adulta. rsrs

Desejo uma semana com chuva de tanajuras de felicidades para todos nós!
Beijinhos

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Em mulher não se bate SÓ com uma flor...


Oi, pessoal!

Eu sempre achei que mulher nasceu para sofrer, numa boa!

A gente descansa carregando pedras!

Desde pequenininhas, enquanto os meninos estão lá na rua brincando descalços, correndo descabelados e felizes em suas bicicletas, as menininhas estão preparando o jantar (cardápio altamente variado: pedrinhas coloridas ensopadas, folha da árvore mais próxima cozida à mineira, farofinha de terra e outras iguarias que só nós conhecemos!rsrs). E depois do jantar, ainda precisam ninar os bebês (já banhados, alimentados e com a fraldinha trocada).

E aí a gente cresce. E aquele menino descabelado e de pé sujo vira nosso marido. E a comidinha vira jantar de verdade. E o choro do bebê não acaba junto com a pilha.

Eu acho, verdadeiramente, que as mulheres merecem o céu.
(aqui não incluo criaturas tenebrosas que tacam fogo nos próprios filhos, isso é outra coisa...)

Tudo bem que tem mulher que abusa da capacidade de dar nó em pingo d'água e pisa na bola, também não podemos generalizar e misturar o joio com o trigo. Mas sabe o que eu acho? Que a maioria ainda salva as ovelhas perdidas.

Eu tenho contato com mulheres vítimas de seus próprios companheiros, e simplesmente não consigo me acostumar, achar normal.

Gosta de levar um tapa, se amarra numa sacudida mais enérgica? Eu respeito suas opções numa boa, desde que esteja tudo bem prá você!!

Agora sabe o que eu não respeito? É mulher que apanha até não poder mais, na frente de seus filhos pequenos, que muitas vezes entram na pancadaria por tabela, e depois me aparecem chorando as pitangas porque os maridos estão presos.

Dá vontade sabe de quê? De perguntar se elas estão com dificuldade para dormir sem levar o tabefe noturno habitual. É, porque devem ter apanhado pouco pra não aprender que isso não é amor, é violência!

E hoje, quero deixar meu protesto contra todos os machões de plantão que acham que batendo em mulheres estão mostrando quem manda.

E deixo também meu apoio às mulheres que denunciam e não se submetem a esse absurdo, e PROVAM quem usa calças na relação!

Beijinhos a todos! 

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Nem só de vitórias vive uma blogueira...

Oi, pessoal!

Bom, todo mundo gosta de exibir suas conquistas, divulgar suas vitórias, alardear suas glórias. Eu também.

Maaaas, acho (de coração!) que as histórias mais incríveis são as sem-noção.

Logo: vim dividir uma pérola da minha coleção de derrotas!

Vocês estão carecas de saber que meu verão está por um fio! Meu Projeto Verão Sem Canga 2012 está cada vez mais defasado e isso me preocupa...vou ter que ir à praia de cinta por baixo do maiô e não vou comer nem uma empadinha de queijo. Só picolé de limão (dizem que limão emagrece, vambora testar!rs) e olhe lá!

Pois bem, na semana passada, fui participar de uma atividade em outra unidade do meu amado serviço. Lá chegando, encontrei pessoinhas que não via desde 1915!

Eis que, no auge da minha atualização da fofoca com uma coleguinha, aparece uma criatura surgida das profundezas do domínio do inimigo (não fala o nome que atrai, como vovó me ensinou!).

A criatura me olha, eu olho para a criatura.

(eu) - Oi! Tudo bem com você?
(criatura) - Tudo bem! E essa barriguinha?
(eu) - hã?
(criatura) - Essa barriguinha é pra quando?
(eu) - Para sempre! Estou gorda, não grávida!
***** interrompendo esse desabafo para uma dica que a Gloria Kalil deveria apresentar no Fantástico: esse era o momento dele pedir desculpas, implorar meu perdão e sair arrasado!!!Mas não foi o que aconteceu...*****
(criatura) - Ah, pensei que vinha um bebêzinho por aí!!!
(eu) - ...
(eu) - ...(obviamente fuzilando a criatura com meu olhar 43 - ou melhor: 40 para aproveitar o número da calça!rsrsrs)
(eu) - Tchau, hein!

Agora tá decidido: não ando mais em pé em ônibus nem enfrento fila nenhuma! É o mínimo que o universo pode fazer para me recompensar desse trauma sem tamanho (opa, vamos deixar esse negócio de tamanho prá lá, combinado?rs).

Beijinhos tamanho EXG para todos!  

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Coisas de verdade


Oi, pessoal!

Tudo bem com vocês?

Essa semana se arrastou feito um trem movido à jegue! Caramba, parecia que não ia acabar nunca, gente! Tanto trabalho, tanta obra em casa, tanta coisa pra fazer e tanto tempo faltando...mas vamos que vamos!

Talvez (com certeza, pra falar a verdade) por estar tão cheia de coisas na cabeça esses dias, meu copo já transbordante de paciência entornou!

E como é sempre culpa da última gota, o desastre se deu por uma coisa até boba, que nos cerca sempre.

A melhor definição para a minha irritação cabe em uma palavra (se é que isso é uma palavra de verdade!rs): Nhenhenhém!

- Sabe aquela colega de trabalho enjoada que você evita até no corredor senão são horas de aluguel da sua orelha?
- Sabe aquele conhecido que sempre tem um 'favorzinho' para pedir, que basta te ver para pedir para trocar uma ideia? (detalhe: a 'troca' eu espero até hoje, porque só eu compartilho...mas tudo bem!)
- Sabe aquela 'amigona' que só lembra de você para afogar as mágoas? (as dela, claro!)

Pois bem, essas conversinhas que a gente tem que aturar em nome da boa vizinhança cansaram minha paciência!

Minha 'vizinhança' é péssima, e eu estou partindo para ser uma 'vizinha' do jeitinho que eles merecem!

Quero conversas de verdade. Quero gente de verdade. Quero ser de verdade!

Portanto, quero que dêem à Fá só o que é da Fá.

O resto...ah, me poupa, vai!

Beijinhos muito felizes e agradecidos porque aqui só tem gente bacana! Eba!!

Tenham um lindo fim de semana! E malas - só se for pra viajar!

domingo, 13 de novembro de 2011

Um conselho sábio

Olá, pessoal!
O post hoje é para a mulherada. Esse é um sábio conselho que deve ser transmitido às futuras gerações de mulheres, não pode ficar esquecido!!! É uma responsabilidade tremenda!
Leiam com atenção!

Não importa o quanto ele seja atlético...


Não importa o quanto ele seja fofo...


Não importa o quanto ele seja forte...


Não importa o quanto ele seja charmoso...


Não importa o quanto ele seja irresistível...
 

Não importa o quanto ele seja romântico...


Não importa que ele tenha uma boa pegada...


Não importa se ele é tão sexy... 


...então...
...huummm...
...Ih, não é que eu esqueci a porcaria do conselho?!?
kkkkkkkkkkkkkkk

Só para animar, pessoal!
Beijinhos!

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Cultivar, cultivar e cultivar

Oi, docinhos!

Tudo bem com vocês? Espero que tudo lindo como o céu azul que tem feito esses dias (e eu aqui, lutando para manter meu bronzeado morena-escritório)!!!

Sempre dei muito valor às amizades, mas em certo ponto da vida, achava que não precisava me esforçar nadinha para que tudo ficasse sempre bem. Nem sempre funcionou deixar a vida fluir sem uma ajudinha...até que eu mudei!

Hoje, com a maturidade, eu vejo que é importante um esforço para estar presente, não basta carregar alguém no seu coração. Às vezes um abraço é necessário!
Não é mais suficiente para mim sentir preocupação por algum amigo sem ao menos telefonar para ele ao fim do dia e saber notícias.

Não serve mais ser a amiga acomodada! 

Amizade é uma das plantinhas mais fortes que eu já vi. Mas precisa ser bem cuidada. Se a gente consegue suprir as necessidades dela, é florada garantida!
É a firmeza das raízes que garante a linda árvore que nos dará sombra sempre que a gente estiver com a cabeça quente, que nos abrigará de chuvas intensas muitas vezes recebendo a maior parte do aguaceiro, deixando chegar até nós apenas umas gotinhas de nada...

Por isso me alegra ter me esforçado. Porque hoje colho os frutos de amizades antigas, fortes, belas e que me fazem tão feliz! E o que antes eu achava que era esforço, não é nadinha! É só impressão!

Cultivar um blog não é simples, e por vezes eu penso em parar por achar que não consigo mantê-lo tão bem quanto eu gostaria. Mas aí recebo um e-mail carinhoso, um telefonema querido, uma cartinha linda...e recomeço a semear a vida!

Curtam bastante seus amigos nesse feriadão! Eu pretendo curtir os meus, sempre!

Beijinhos a todos e um lindo fim de semana!

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Por fora, bela viola...


Bom dia, pessoinhas!

Dia desses estava lendo uma  notícia que me fez pensar muito.

Um 'empresário', aparentemente bem sucedido, resolveu ampliar seus negócios e abriu uma confecção de roupas. Contratou costureiras, cortadores, comprou todas as máquinas necessárias, legalizou sua firma e tudo mais.

Até aí vocês, como eu, podem estar pensando: ah, que legal! Mais um trabalhador empreendedor na área!

Sim, trabalhar ele trabalhava, mas errado!

O cara aproveitou sua estrutura e migrou de setor, atravessando a linha do bom trabalho e indo parar na ilegalidade. E a ilegalidade mais idiota que existe (na minha opinião!): falsificando produtos de marcas famosas.

Isso me fez pensar em tanta gente que acha o máximo ir aos centros de comércio popular e voltar abafando com uma bolsa 'Victor Hurugo', uma carteira 'Luiz Vuitton', e agora no auge da moda: um relógio 'Mikael Kors'.

Ah, quanta bobagem! Se a gente gosta de um vestido lindo, interessa m-e-s-m-o se ele é de alguma marca caríssima ou feito por uma costureira talentosa do bairro? Prá mim não importa não!

Não tenho nada contra quem não compra coisas caras, por não ter grana ou vontade para tal. Também não sou nada contra quem compra coisas caríssimas porque achou bonito. Dinheiro é pra isso mesmo! Cada um sabe o que seu bolso quer, e pode! Quer parcelar em 200x no cartão? Vai nessa, desde que pague as parcelas! rsrs

Eu, honestamente, não tenho grandes encantos por nada que seja caro pelo simples fato de ser caro! Gosto de coisas bonitas, que me deixem contente. Se vai ser caro ou barato, aí já são outros 500!

Gente que gosta de comprar só o que é caro para se afirmar, parece coisa de gato que faz xixi para demarcar território.

Gosto mais do critério de seleção pelo que as pessoas são, não pelo que possuem. Muito mais eficiente, né?

Beijinhos a todos!

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Preconceito do preconceito!

Oi, pessoal!
Nesses tempos enjoados de tudo tão politicamente correto, descobri algo em mim que jurava não ter: tenho preconceito!
Sim, um preconceito enorme, gigante, que me diminuiu ao tamanho de uma ervilhinha. Tenho preconceito contra pessoas preconceituosas!
Apareceu uma mulher muito mala sem alça para ser atendida lá no meu trabalho, com um problema enorme, segundo ela mesma: sem solução!
Percebemos nos primeiros segundos que ela é protestante, porque ela não conseguia terminar uma frase sem declarar 'eu sou evangélica'. Todos os outros envolvidos estavam errados, porque estavam agindo contra uma 'evangélica'. Ah, sim, porque segundo a moça, os 'evangélicos' são superiores aos demais.
E lá se foi um tempão ouvindo a ladainha da mulher, que tinha problemas com a vizinhança. Mas lembrando sempre que ela estava certa, porque era 'evangélica', e a vizinhança toda errada porque ainda não tinha conhecido Jesus.
Fiquei pensando: pôxa, de acordo com o julgamento dela, eu também não conheço! Não sou melhor ou pior do que ninguém por ser católica. 
E conversa vai, conversa vem, a chata da mulher me cansou com essa coisa ridícula a tal ponto que eu não conseguia olhar para a cara dela!
O tiro de misericórdia na minha paciência foi quando ela declarou que achava que as vizinhas envolvidas no processo eram 'macumbeiras', e virou pra mim e falou: "Ah, elas são macumbeiras. Aí você sabe como é, né?"
Não, eu não sei...eu sei o que é gente chata, mentirosa, sem educação. Independente de credo!
O que eu sei é que depois disso, ficou comprovado que a problemática da questão era a própria mulher protestante insuportável. Tudo bem que Jesus não agradou a todo mundo, mas se ele desagradasse a todos, seria estranho, não?
Pois bem, a infeliz é unanimidade negativa na própria rua!
E a partir de então eu simplesmente percebi que tenho um pé atrás (os dois, na verdade) com pessoas mais interessadas em proclamar superioridade religiosa do que resolver seus problemas.
Chegou para ser atendido e começou a falar que é protestante, eu passo a vez! Traumatizei e agora já acho que a pessoa está errada, nem que seja pela falta de respeito com os demais.
Meu preconceito se instalou instantaneamente!
Beijinhos a todos!

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Presente!

Oi, pessoal!
Hoje é um dia lindíssimo! Como se não fosse bom o suficiente ser sexta-feira, ainda por cima é feriado! Para as plantinhas desinformadas de plantão, é dia do funcionário público!
E o que eu quero para esse feriado? Ficar de pernas para o ar!
E sabe como? Chique de doer, bem!
Olha que lindeza master as Havaianas que a minha amiga Lalinha do Papo de Meninas mandou de presente para mim!!!!

Fiquei loooouca quando vi, é lindo de viver!
Ah, tem coisa melhor que amizade? Se tem, eu desconheço e acho que nem preciso conhecer!
A Lalinha, para quem não conhece essa nordestina arretadíssima, trabalha na Alpargatas, onde são produzidas as Havaianas que chegam aqui 'em baixo' e fazem o maior sucesso! Também, ô chinelinho fofo, vamos combinar!
Coisas bonitas assim me dão um orgulho danado do meu sanguinho nordestino!
Esse blog às vezes me torra o saco, porque não tenho muita tolerância para pessoas mal educadas, e fico danada da vida resmungando com meus botões se vale a pena continuar...aí eu conheço alguém especial como a Lalinha e toco o barco feliz da vida!
Florzinha de jerimum querida, obrigada por sua amizade!!
Beijinhos a todos e tenham um lindo fim de semana!

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Ah, tá...

Oi, mulherada!
Hoje o post é para nossa alegria.
Alguns homens são tão apaixonados por futebol, fórmula 1, basquete, tênis, corrida de lesma, cuspe à distância e etc, que penduram poster na parede, deixam bandeirinha na mesa, usam camisa dos times (pode ser de Botswana, mas sendo de algum esporte, eles usam), penduram uma porção de porcaria cafona no retrovisor...eu respeito isso! (desde que não seja no meu carro, na minha mesa nem na minha parede, lógico!)
Quando a gente compra um porta retrato, sempre vem aquela foto bem Doriana - criancinha brincando, flores, filhotes e blablablá.
Agora olha que punk essa imagem que eu vi num porta-retrato à venda pela internet:

Fala aí, você teria coragem de tirar esse papelzinho e colocar uma foto de algum momento do seu cotidiano? Eu não!
Você sabe que Papai Noel não existe, mas ver uma imagem do bom velhinho não te dá um aaawhnnn no coração?! Então, aqui é a mesmíssima coisa! Porque vamos combinar: é a maior ficção que eu já vi em toda a minha vida! kkkkkkkkk
E também porque o piloto do aspirador não é nada mal (Ciniiiiira!)
Se por um acaso tiver algum homem perdido por essas bandas, o motivo do estardalhaço é simples: as mulheres acreditam que é mais fácil Papai Noel aspirar a casa do que seus próprios maridos! hahaha
Beijinhos!

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Verde que te quero...LONGE!

Oi, pessoal!
Hoje, segunda-feira, é o Dia Internacional do Começo da Dieta!
Uma pena que a terça seja o dia da desistência...hehehe
Por isso que meu Projeto Verão Sem Canga 2012 está cada vez mais distante!
Falando em dieta, eu sou muito chata para comer. Tem coisa que eu não como nem se for para ganhar na loteria.
Cebola, por exemplo. O negócio é tão ruim que nem camufladinha no cheddar do McDonalds dá pra encarar a bicha, não tem jeito. A cada refeição há um dilema: ela ou eu!
Talvez essa chatice toda seja responsável pela minha enorme consideração às pessoas com restrições alimentares. Conheço gente que não come queijo (só derretido, vai entender?!), que não suporta chocolate, que não come pão...cada um na sua e quem discordar de mim, está convidado a discutir enquanto tomamos um chopp comendo um queijinho provolone à milanesa beeeem gordureba! rsrs
Agora, se a natureza me limitou na variedade; benza Deus na quantidade!
Eu como muuuito. E a coisa é séria, se eu fico muito tempo sem comer, passo mal de verdade!
Eu com fome sou mais perigosa que uma cobra coral, não queira me encontrar nesse momento, acredite!
Eu já contei aqui que tenho uma tia biruta de pedra (mas que eu amo, tá!). Ela já adotou a alimentação macrobiótica (meu pai diz que ela vinha nos visitar com potinhos da comida dela), e atualmente é vegetariana. Até aí você deve se perguntar: e daí?
E daí que o apelido carinhoso dela na família é 'General', então ela quer meter o bedelho verde na vida de todos nós.
Ela é a versão remasterizada da rádio-relógio da alimentação saudável:
Plin: açúcar, só serve o mascavo!
Plin: o miolinho do alho causa problemas de saúde!
Plin: coloque uma pitadinha de canela no leite para saciar a vontade de comer doce!
E haja pilha para acompanhar toda a programação! E ainda temos suplementos impressos, como um livro (mais grosso que a Bíblia) falando sobre o açúcar. Ai, Jesus...
Admiro quem tem essa força de vontade de dedicar 1/3 do dia pensando no que faz bem para a saúde, mas minha conta não fecha! Preciso dormir 8 horas, trabalho outras 8 e vou usar t-o-d-o o resto descobrindo como a natureza pode me matar? Ah, não dá não...
Uma coisa eu tenho que reconhecer: titia tá batendo um bolão e se eu for à praia com ela, vou caprichar na canga para não deixar por menos! rsrs
Beijinhos a todos e uma linda semana!

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Olhem para o céu


Oi, pessoal!

Hoje à noite quando olharmos para o céu, vamos ver uma coisa diferente.

Haverá 2 estrelas lindas, brilhantes, reluzentes, e que antes não estavam lá...

Essas estrelas têm nomes: Arthur e Lucas!

Hoje é um dia de muita tristeza no meu coração. Porque amigos são assim, a dor que um sente machuca o outro!

E é com essa tristeza enorme que eu peço a Deus que console a minha amada amiga Gi!

Beijinhos a todos e que dias melhores cheguem logo

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Assim começa a confusão

Oi, pessoal!

Como foram de final de semana? Espero que tenha sido tudo ótimo!

Não sei se vocês já puderam perceber aqui pelo blog, mas eu sou um tanto tagarela, e com isso sou a rainha da contra-informação involuntária. Minha língua trabalha mais rápido que meu cérebro, e quando eu vejo, já entendi alguma coisa pela metade, já me antecipei e falei. Pronto, simples assim!

A sorte é que Deus compensou a falta de parafuso na cabeça e de freio na língua com um bom coração (a modesta!), e antes das confusões, eu já aviso ao ouvinte: "salvo engano, aconteceu assim-assim-assim, mas confirme antes".

Como a turma do bocão se atrai (epa, não sei porque lembrei de mandar um 'oi' para a Renata! kkkk), vivo cercada de gente tagarela, e isso me complica a vida. Juro! Sou danada para misturar histórias de personagens diferentes e depois não sei quem fez o quê, quem viajou pra onde, quem está namorando quem. E as pessoas contam detalhes mínimos de suas vidas e ainda querem que eu lembre de tudo de todo mundo?! Ah, não registro, ué!
(EDITANDO: meu amigo Elvis, o Rei (genérico, obviamente!rs) também merece seu 'oi'!!)
Esses dias eu senti na pele essa emoção!

Fui com meu pai ao hospital para uma consulta com a oftalmologista (que ultimamente eu encontro mais do que a minha família!), e como ele é cabra muito macho e não anda comigo dirigindo, fomos de ônibus. Daí que na esquina de casa o bendito foi batido por uma motorista destrambelhada e atrasou nossa programação.

Bastou isso para o telefone sem fio começar. A Fá...batida de carro...o pai da Fá...hospital...

Eu dessa sopa de letrinhas saiu a conclusão de que EU bati o carro e meu pai foi parar no hospital!

Afffe!

Um dia é da caça, o outro é do...falador! hahaha

Beijinhos e uma linda semana!

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Até tu, criança?

     Oi, pessoal!

     Como foi o feriado de vocês? O meu foi incrível! Fui visitar uma amiga muito linda e querida, e me apaixonei!
    
     Fiquei perdidamente apaixonada por um gato de olhos azuis. Ele é um pouco assanhadinho demais para o meu gosto, mas tem um olhar penetrante que me impressionou! Pena que ele tem dona (a amiga dona da casa, inclusive!). Um lindíssimo gatinho persa com o olhar mais humano que eu já vi na minha vida! Tava até me deixando encabulada...hahaha

     Mas o ponto alto do dia das crianças para mim foi ver que esse mundo está mesmo perto de acabar!

   Tenho muitos sobrinhos, e como toda boa criança que se preze, eles possuem compromissos financeiros importantíssimos e precisam honrar suas dívidas. Com o jornaleiro quando compram as figurinhas de Rebelde, com os gêneros alimentícios indispensáveis à sua sobrevivência (adquiridos na loja de doces mais próxima), com uma boa alimentação para o aprendizado não ser prejudicado (viva a cantina do colégio!), e por aí vai...

     Essa tia babona (promovida a bobona ao final do post!) pensou em dar uma ajudinha, aquele patrocínio que a gente tanto gostava de receber na infância capitalista e injustiçada por pais insensíveis e mais preocupados e pagar as contas do que com o nosso bem-estar (oi?). A desculpa para os demais adultos que queriam jogar areia na farofinha dos meus pequenos era contar que a mesada seria super pedagógica! Eles aprenderiam a controlar seus gastos, a dar mais valor às coisas e todas as partes sérias do negócio.

     Papo vai, papo vem, fui autorizada pelas instâncias superiores (pai e avô) a paparicar financeiramente meus pitocos. Rolou um impasse em relação à verba, mas fizemos um acordo que ficou bom para ambas as partes (Celso Russomano baixou aqui, lembra? Cruzes!)

     O dia do pagamento seria o primeiro do mês (ah, tá marcadinho no calendário e eles assinam que receberam. Awwhhnn...que fofo!), mas agora em outubro a vaca foi pro brejo. Acabei não indo até eles na data certa, esqueci completamente de pagar a mesada das crianças!

     Como diz o Silvio Santos: dever para rico ou prometer para pobre são coisas que não devemos fazer. Eu incluiria as crianças nessa conta, porque o bicho pegou!
Recebi um telefonema da mini-mim perguntando cadê o dinheiro dela?!? Falei então para ela pedir ao pai, e depois eu pagaria a ele. Aí ela perguntou o valor, e eu disse o que estava combinado.

     - Não, Dinda. Você atrasou o pagamento. Tem juros...

     MORRI!!!!

     Agora diz se eu não tô certa e esse mundo tá perto de acabar?!?
         
     Beijinhos inadimplentes!
     Para vocês que pagam as contas em dia, uma linda sexta-feira!hihihi

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Criatividade

Bom dia, pessoal!

Olha, eu não sei quanto a vocês, mas eu acho que fui abduzida e não vi o ano passar!
Daqui a pouco é Natal novamente, e eu ainda me recuperando dos excessos da Ceia de 2010 já vou ter que enfiar o pé na jaca novamente (na rabanada, no chocottone, no Peru, nas castanhas...assim não dá! rsrs)

Sinto meu projeto Verão sem Canga 2012 cada vez mais inatingível! Vida que segue!

Estava pensando que em breve vamos recomeçar a loucura de comprar presentes para Deus e o mundo. Aqui em casa a louca de pedra está fora da ativa, senão a coisa era pior! Minha avó, que agora está meio fora do ar, tinha por hábito comprar presente para cada ser vivo conhecido dela. Um troço de doido mesmo! E sobrava para a netarada feminina fazer os embrulhos. Somos 4: 2 moravam em outra cidade, 1 é mais novinha. Adivinha quem sobra? Sim, eu!

Ficava revoltada em ver que a criatura carregava um peso do cão, gastava uma grana preta, enfrentava a muvucada pré-natalina que a gente conhece e para quem? Pessoas que eu nunca conheci! Todo ano, a mesma ladainha: - vó, quem é esse tal de Gilberto da lista? - Meu afilhado! - E você vai encontrar com ele aonde? - Vai que ele aparece, tenho que ter um presente pra dar a ele!

Como fui ensinada a obedecer aos mais velhos, e que com louco não se discute, embrulhava quieta que era melhor.

E a cada dia me sinto mais como a minha avó. Não importa o valor do presente, a data da entrega. O que vale é se sentir querido, lembrado de fato.

E minha avó...ah, dessa a gente não esquece nunca!

Nas minhas buscas por ideias de presentes encontrei coisas que pra ela não servem, mas quem se interessar:

Para os gulosos de plantão, um porta cupcakes!

Para os românticos, uma almofada linda de viver! Óoooohhhh
 Para os viciados em jogos, bom treino! hahaha

  
E vamos escrever logo a cartinha para o Papai Noel, porque com essa mania de greve dos Correios que anda por aí, sei não, é melhor garantir...
Beijinhos a todos e uma linda semana!

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Quando a marca é melhor que a dona!

Bom dia, pessoinhas!

Como estão? Já compraram o presentinho das crianças da casa? Não? Tsc, tsc, tsc...rsrsrs

Vamos falar de compras?

Eu tenho um caso de amor e ódio com meu mp3. Sim, e nem terapia pode salvar essa relação, só mesmo a assistência técnica da Sony! Adoro ouvir musiquinhas no engarrafamento, mas ultimamente o aparelho tem me irritado mais do que qualquer demora no trânsito!

O troço liga, aumenta o volume (acho que recebe jabá de alguns artistas), escolhe a estação e até desliga, tudo sozinho! Ou vai ver que algum desafeto tem um controle remoto e anda me amolando! E como se não fosse o suficiente, ele agora trava! Aleatoriamente, ele escolhe que tipo de música quer ouvir e dane-se eu (ou seria dane-me?). Tem dia que ele quer porque quer ouvir funk. E eu posso dividir meus ouvidos com o MC Marlboro, com o DJ Tubarão e sei-lá-quem-mais ou vir escutando a conversa alheia pelas ruas. Tô sabendo de cada história, menina...hihihi

Aí para se redimir, no dia seguinte ele quer música erudita. E viva a Rádio Mec!

Acho que vou tentar uma abordagem mais amável com ele, e quando ele quiser outro gênero musical, vou falar com carinho: "Hoje é dia de rock, bebê!"

Vai que dá certo? Isso ou levar mesmo na assistência (que fica logo ali, chegando em Beijing, pegando o trem, viajando por 27 minutos, mais 2 horas de bicicleta, vire à esquerda e é a 654 loja do lado oposto).

Devo confessar que minha maior sorte nunca foi mesmo com eletrodomésticos. Acho que quando eu era criança uma bruxa má apareceu e me rogou uma praga:

" - Essa menina não vai conseguir usar o 'Meu primeiro gravador da Gradiente', não vai ter nenhum mp3, 4, 5...que preste, não vai saber gravar filmes no Videocassete, não vai aprender a usar o DVD, não vai conseguir ligar do IPhone, vai queimar muitos Tablets e não conseguirá entender o manual da câmera jamais! Muahaha (risadinha malvada)"

Acho que ela estava certa, e a maldição começou a se concretizar quando papyto caiu sentado em cima da minha vitrolinha...ô dó!

Beijinhos a todos! E boa música - para quem consegue!